terça-feira, abril 04, 2017

Denial ou Negação


Como defender o óbvio? Como se manter honesto e convicto diante da ignorância travestida de saber?

O filme conta a história da disputa jurídica entre Deborah E. Lipstadt e David Irving, que a acusou de difamação quando ela o declarou como um negador do Holocausto. Neste caso, o sistema jurídico inglês diz que o acusador é quem precisa provar o fato, deixando para ela a tarefa de provar a verdade sobre o caso. 

Um filme bem inglês, conduzido com competência e zero brilho, correto como uma tese a ser defendida num mestrado. A personagem de Rachel Weisz chega a irritar de tão recalcitante, o filme não encanta, não diverte, mas instrui sobre essa direita conservadora cínica, oportunista e demagoga que aflorou e se mostra em todo seu horror nas últimas décadas. 

Nenhum comentário: