quarta-feira, abril 05, 2017

Th1rteen R3asons Why, série da netflix




Sim, discussão sobre modismos de ocasião me interessam.
Os treze porquês. Garota se mata por que sofria bullying numa escola e se sentia isolada, traída e humilhada frequentemente. Deixa fitas k7 para serem repassadas para todos os envolvidos, para acirrar a culpa pelo que "fizeram com ela". Desencadeia conflitos, brigas, suicídio na escola. 

A série é adolescente desde a premissa: vou me matar só para ver o que vocês vão sentir por ter me feito tão infeliz. Muito ressentimento e vitimização. Reage, garota! o mundo não é um parque atapetado: viver é carregar pedra, e quem não sabe disto é por que ainda não entrou no mundo adulto.

Explicação da prática das relações para os jovens que estão levando a chantagem emocional da suicida como forma de justiça: Se você se suicidar, quem morre é você, os demais chorarão uma semana e seguirão com a vida, sairão da escola, viajarão, casarão, terão vidas ensolaradas e maravilhosas ou não (isso depende da competência da pessoa), e adultos pensarão assim sobre o período de escola/adolescência: Nossa, como eu era estúpido, idiota levava umas bobagens tão a sério, como se fosse o fim do mundo, e era cruel sem razão com pessoas que não mereciam. Bota mais uma cerveja aí camarada. E acabou o ponto de reflexão.

Minha pergunta é, como é que alguém suporta assistir inteira uma choradeira dessas? Já aviso que assisti aos saltos, por que, desculpa aí os fãs, é uma interminável lamúria adolescente. A vida é mais. Precisamos de grandeza e transcendência existencial.

Nenhum comentário: