segunda-feira, novembro 28, 2016

Rever filmes, é um outro prazer


Estava no Netflix, botei e acabei assistindo inteiro com Gabriel. Rever De volta para o futuro é estranho, pois foi o terceiro filme que vi na vida num VHS, no Zaíra, em torno da família. Constatar que o filme segue empolgante, e com um roteiro primoroso e conduzido com um talento preciso de Robert Zemeckis, que depois nos daria Contato, Forest Gump e O náufrago. Preciso sentar e estudar, ponto a ponto os encaixes deste roteiro. Uma aula.


Também, botamos para ver um pedaço, e de repente estávamos entregues a este filme apocalipse-zumbi empolgante. Adoro gênero suspense/ação/terror, filme que provocam efeito físico no espectador: roo as unhas, o coração acelera, fico ansioso, levo sustos. Um filme frenético, cheio de tensão. Tinha visto no cinema. Revê-lo foi um prazer.

Nenhum comentário: