segunda-feira, novembro 28, 2016

Eu sou Ingrid Bergman, documentário


Baixei. Há tantas belezas neste documentário sobre a estrela Ingrid Bergman. Mas o que fica é a absoluta entrega e liberdade que ela tem em relação à vida, tão fiel a si, seus desejos, suas ambições. Uma alegria imensa em viver - de alguém que perdeu os pais muito jovem, e se construiu por completo. Sem se anular como ser diante dos homens que amou e até dos filhos, ela avançou pela vida reinventando-se em línguas e lugares diferentes em ciclos da vida, buscando a excelência na arte, que a fazia mais viva. Como não ama-la?

Nenhum comentário: