sexta-feira, outubro 14, 2016

Estado alterado ou Dos efeitos de 2016 sobre mim

Primeira crise, há um mês, às quatro da manhã. Saltei da cama e não conseguia voltar a dormir, pior, num estado de pânico (ou psicótico), tive medo de morrer, liguei para o irmão e só fiquei melhor depois de um banho gelado e comprimido de dramin;

Segunda, em sala de aula, na Paulista, de menor intensidade, com vista dilatada, como se tivesse sobre um imenso holofote, debaixo de uma claridade insuportável. Durou uma hora;

Terceira,  em Mauá, sentado, lendo um texto, absolutamente tranquilo e relaxado. De repente, a mesma dilatação da vista, claridade, suor, tontura, sensação de desnorteio, parecido com sintomas de labirintite;

Dificuldade diárias para dormir. 

Agendando exames no momento. 



Nenhum comentário: