segunda-feira, junho 06, 2016

O testamento de Maria, de Colm Tóibín - na Aliança Francesa



5.6.2016. Às 19h.

Fui com Gabriel assistir a esse monólogo em que Maria, mãe de Jesus, apresenta seu ângulo - bastante realista e prosaico - sobre a crucificação.





A atriz Denise Weinberg numa perfôrmance inacreditável, monumental, impressionante. O musicista em cena, pontuando as falas de Maria de modo divinal. Único problema é que não me convence o texto, falas que não transcendem.

Nenhum comentário: