sábado, abril 02, 2016

Backtrack, 2016



Drama-terror, muito conflito psicológico e pouquíssimo horror de fato, a não ser aqueles sustinhos bruscos e tolos de sempre. Nem o bom ator salva da implausibilidade da trama chupada de o Sexto Sentido. Assisti com Airton, aqui em casa. 

Um psicólogo traumatizado com o atropelamento e morte recente da filhinha começa a receber estranhos pacientes que posteriormente descobre serem pessoas mortas. Uma garotinha em particular o atormenta, levando-o de volta à casa da infância, fazendo reviver um trauma esquecido que envolve um acidente de trem, o assassinado de uma garota e o passado de seu próprio pai. Não falta nem mesmo no final, os problemas solucionados e a menina partido para luz. Vergonhoso. 

Nenhum comentário: