quinta-feira, março 03, 2016

Trumbo



Não esperava nada de Trumbo. Nunca ouvi falar deste grande roteirista de Hollywood, perseguido por comunismo no período da Guerra Fria, demitido dos grandes estudos e encarcerado por defender ideias de liberdade de expressão policio-ideológica. Dalton Trumbo além de brilhante, é um trabalhador incansável, uma figura carismática com sua inteligência e sarcasmo que não o impediu de ser denunciado, enxovalhado em seu país, preso num processo de arbitrariedade inacreditável. Carson é um gênio e dá uma enorme força ao personagem real. A direção é dinâmica, a reconstituição lindíssima, e uma aula sobre a dignidade e importância de lutar pela liberdade de expressão numa época de extremo conservador, moral e reacionário. E o Marcathismo está mais próximo de nós neste tempo de falsa democracia, como nunca. Uma beleza de filme. 


Nenhum comentário: