terça-feira, fevereiro 16, 2016

O poder da imagem e seu ângulo


Nenhuma imagem é inocente, e o recorte de uma imagem (ou apenas deslocada do seu contexto original) reconfigura/redefine seu significado. Já o uso que fizerem dela, está a serviço das ideologias, das políticas, dos interesses. Um recorte nesta imagem evoca tanto solidariedade (a da direita) ou violência/covardia (a da direita), central ela se mostra instigante, da mesma forma, um sujeito capturado, na mira da arma mas, ao mesmo tempo, sendo socorrido por um segundo soldado. Fora do contexto, não sabemos onde, como e quando, e portanto, nos é vetado seu pleno significado. Uma simples legenda poderia dar-lhe significado ou viola-lo, ela em si, não carrega "sua verdade". O real é inapreensível. 

Nenhum comentário: