quinta-feira, fevereiro 11, 2016

Amy, Asif Kapadia




Assisti pela Netflix. O grande talento minado por uma crônica sensação de menina abandonada. Um pai oportunista e um marido sádico. O poder destrutivo daquilo que todos chamam amor. E o fim desvanecente de uma voz, um talento incrível. Mítica Amy. 

Nenhum comentário: