sábado, janeiro 09, 2016

História difícil

Permita mesmo que os diminutivos
Coloquem os conspícuos pela sua ausência
Falando em alta estrutura,
Relevo logicamente falando
E vocabularisando a frase hipotética
Estética e filosófica das criaturas
Proscrito lógica e de brincadeira
Mas que indeniza a humanidade inteira

Nos compassos panteístas da protofonia
De linguagem sambista e poemas bucólicos
Eu já fiz até a estatística
Dos inocentes e dos melancólicos
Na sintetização sutil de forças estáticas
De um microorganismo insipiente
Terminarei com essa história difícil
Inconstitucionalissimamente.

Ademilde Fonseca

[Canção de jogos, daquelas deliciosas]

Nenhum comentário: