sexta-feira, dezembro 04, 2015

Cinismo – Ironia – Sarcasmo

CÍNICO – significava, na sua origem, acreditem ou não, “canino, próprio dos cães”. Em grego, kuon significa cão, e a ligação etimológica é evidente. Menos evidente é a ligação com o hund das línguas germânicas, mas a origem é a mesma.
Os kunikós eram os membros de uma seita filosófica que desprezava as conveniências e as fórmulas sociais. Foi fundada cerca de 400 a.C. por Antisthenes, um discípulo de Sócrates. Eram assim chamados por desprezarem e troçarem da forma de vida das outras pessoas, “como os cães”.
IRONIA, uma forma de cinismo, é sinónimo de SARCASMO, mas as suas origens são bem diferentes.
IRONIA chegou-nos também do grego, eironeía, através do latim ironia, que significavam ambas “fingir ignorância”.
Sócrates usava da ironia como método pedagógico, fazendo perguntas aos seus discípulos, formuladas de forma a parecer que o mestre ignorava as respostas.
Hoje, ironia adquiriu mais o sentido de dizer o contrário do que realmente se pensa, ou do real significado do que pretendemos dizer.

Já o SARCASMO é mordaz. Muitas vezes fere a sensibilidade da pessoa que o recebe. Sarx era, no grego antigo, “carne” (veja-se sarcófago, por exemplo, um túmulo para a carne ser comida). Sarkázein era “cortar a carne”. Como muitas vezes mordemos os lábios e rangemos os dentes, quando alguém se dirige a nós com um sarcasmo mordaz.

Nenhum comentário: