segunda-feira, novembro 09, 2015

Eu, Cris e mãe em Santo André


Liguei para Cris, disse que visitaria mãe na quinta. Desci em Santo André, atrasado para variar, as 16h. Descobri que não há mais loja com estátuas de gesso. Pegamos ônibus, chegamos na mãe, que estava alegre, muito vivaz, conversou com Lucas no telefone, cantarolou. Tomamos café. Saindo de lá, eu e Cris jantamos na Padaria Vitória Régia, que tem aquela pizza sensacional. E nos despedimos no trem. As amizades mais longas e duradouras. A mãe diz que tem sonhado muito comigo. Eu tenho sonhado muito com ela. Há alguma coisa de tristeza em tudo. mas a vida segue insondável. 

Nenhum comentário: