sexta-feira, outubro 02, 2015

Phoenix, drama alemão


Deformada durante o nazismo, cantora judia tem o rosto modificado e ao procurar o marido pianista, sem identificar-se, recebe dele a proposta de passar-se por sua esposa falecida, a fim de conseguir sua herança. Depois de reviravoltas (a construção da imagem da esposa lembra-nos Um corpo que cai) ela descobre que ele a entregou aos nazistas. Absolutamente inverossímil - e cheia de buracos -, a trama é conduzida num ritmo lento, meio enfadonho, e termina bruscamente, no ponto mais tenso, sem o confronto esperado. . 

Nenhum comentário: