terça-feira, agosto 18, 2015

Real Beleza, de Jorge Furtado


Assisti no cinema Frei Caneca, com Mauro. Jorge Furtado fazendo um drama, me pareceu que o filme seria um passo à frente em sua carreira. Confesso que fui com alguma expectativa, pois o Jorge Furtado nunca me decepciona, esta, uma exceção. Real Beleza é um filme insosso, e nem se finge pretensioso, segue morno, do começo ao fim, não surpreende, não empolga, não gera emoção. A literatura que sempre entra tão bem nos filmes de Jorge, aqui, irrita. Esquecível, pena. 

Nenhum comentário: