quarta-feira, março 11, 2015

PARA JANETE, NO SEU ANIVERSÁRIO.



Jan, 

hoje, dia do seu aniversário, resolvi sentar e fazer uma mensagem linda, longa e espontânea (ops!) para você. Fiquei vasculhando entre os álbuns as fotos que temos juntos, e descobri que você figura na maior parte delas, coisa de 60%. Você ocupa (ou invade, depende da perspectiva social), numericamente, um espaço enorme na minha vida, sem dizer esses momentos não fotografáveis, as mensagens trocadas, os whatts, as choradeiras e chopps. Você é uma grande força de mudança dos rumos da minha vida, me levou ao Rio, me apresentou Jô, me levou para Argentina, de onde eu tirei esse instantâneo que posto aqui. Foi uma viagem incrível, maravilhosa, em que a torturei de todas as formas inimagináveis, pois sou o mais terrível companheiro de viagem que alguém pode ter ao lado. Ainda assim, voltamos sem ódio, e toda vez que revejo as fotos, não há um momento que não seja de inesquecível felicidade. E que foto melhor do que essa, nós dois de penetras no MALBA, tomando vinho e nos fartando do queijo argentino na maior cara-de-pau. Você sabe que eu não digo eu-te-amo para ninguém além dos meus irmãos, mãe e sobrinhos. Sabe também como isto tem produzido uma avalanche de crises nos meus relacionamentos, tempos e tempos. É que sabe que eu não acredito em duração, calejado na ideia de que tudo passa, se desgasta e se perde. Mas você é aquele amor constante, que quebra minha descrença, e me resgata a esperança. Os amigos, cada vez mais raros, escassos, e nós cada vez mais unidos. E embora tenhamos nossas crises, quando não sei te escutar com a mesma confiança que me ouve, e te decepcione muitas com meu temperamento do cão, saiba que te amo, ou melhor, AMO-TU, aquele carioquismo tosco que me traduz, mas que dá conta desse sentimento amor-humor que nos une, aqui, e além. Todo o AMOR do mundo nesta sua data, alegria e realizações, pois pouca gente merece mais ser feliz do que você. 

Amor.



Du 

Nenhum comentário: