quinta-feira, janeiro 08, 2015

Olho nu, de Joel Pizzini


Comprei no Rio, na Livraria da travessa. 45 mangos. Documentário "poético" sobre esse gênio que é o Ney Matogrosso. Muito do material a partir do que o próprio artista guarda. Frases soltas aqui e ali vão compondo o retrato de Ney, permeado muitos vídeos experimentais - do tipo, videoarte, muitos deles chatíssimos. Nenhuma música inteira, nada de muito novo quanto ao que ja vimos e sabemos de Ney. Prefiro aquela entrevista extraordinária no Roda Viva. Mas que venham outros filmes. 

Nenhum comentário: