quinta-feira, outubro 30, 2014

Encontro com Marçal Aquino e dois livros


Hoje, estive com o Marçal de Aquino, na Livraria Cultura. Embora não tenha comprado nada, voltei para casa com dois livros. Explico: pedi para o Marcelino e o email dele - falando do meu desespero de não encontrar dois livros dele para poder aprofundar o ensaio-critico que desenvolvo sobre sua obra. Aí o camarada se propõe a me arranjar o livro, e tomamos um bom café enquanto falamos sobre Literatura, Cinema e Ensino.
E de quebra, ganhei Faroestes e O amor e outros objetos pontiagudos. E planos para uma entrevista filmada com ele e o Bonassi. É Deus botando contrapesos da inteligência, bom humor e camaradagem com a estupidez que andei encontrando na rede.



quarta-feira, outubro 29, 2014

Excluindo o facebook de um ex-aluno.

Queridão, até tentei, mas ficou difícil. Abraço para ti, felicidade para sua família e todos os seus. Sempre tive grande orgulho de ser professor, e não quero que isso se perca lendo/recebendo aqui o tipo de coisa que você posta. Fico feliz de que você seja uma exceção dentro do universo grande de alunos que tive. Espero, sinceramente que você se torne um adulto melhor e mais crítico (não digo, intolerante e reacionário, deste sentido), mas crítico como capaz de ler o mundo para além da política. Comece por respeitar as pessoas mais pobres e não fazer tantas postagens racistas, discriminatórias, "levianas" (essa palavra tão gasta) contra um programa, que já te passei todas as informações, se destina a pessoas miseráveis, pessoas que tem uma renda de 170,00. Espero que um dia aprenda a se colocar no lugar do outro, e entenda como a vida pode ser difícil e dura sem carecer do rancor do outro e da demonização gratuita. Respeite mulheres, Respeite crianças. Respeite os pobres. E aprenda a pensar por si mesmo sem arremedar discursos alheios. Você teve seis curtidas neste tipo de postagem. Meu conselho é, procure gente de bem, honesta. Isto fará sua vida melhor e mais rica como ser humano, e vai te afastar da mesquinharia dos que, por que tem um pouco mais, se acham no direito de julgar os demais, inferiores, lixo. Principalmente, por que conselhos são inúteis, trate o próximo como deseja ser tratado. E se esta postagem é , o conselho que você faz a mães de famílias pobres, este é (paradoxalmente) um conselho que te dou, mesmo sabendo inútil. Como gosto de estar do lado do bem, e que o convívio - mesmo no facebook - me traga coisas positivas, e me aproxime de gente de bem, estou te excluindo. Não leve a mal. Eu, com meu tipo de pensamento, não farei qualquer falta no seu facebook. E já ficou chato e triste para mim entender que o diálogo e a informação muitas vezes são inúteis. Foi assim em relação minha a você. Abraço e tenha uma boa existência.

Carolina Maria de Jesus com Soul Art, nas ruas de São Paulo.

Hoje eu e o pessoal incrível do SOUL ART gravamos nas ruas de São Paulo, depoimento-homenagem para Carolina Maria de Jesus. Muitas participações, foi ótimo. E almoçamos ali pertinho do CCBB. Que seja mais um belo trabalho coroado com a vontade de fazer a diferença. 

segunda-feira, outubro 27, 2014

O amor é bem dificil










Não sei o que fazer.

Relatos selvagens,



Um filme tão bom, mas tão bom, que surpreende.

2014



REvidando uma comentário falando que o sul deveria se separar do norte/nordeste

Li com atenção todos os comentários, acho interessante a crença cega nos números e a incapacidade intelectual de interpretá-los. Detecto igualmente grande defasagem no quesito História, não entende a imigração para a região Sul/Sudeste do país, com concessão de terras (quotas?) para gente miserável e de baixa escolaridade (grande parte analfabetos) advinda de países como Itália, Alemanha (Guerra) e leste europeu, no início do século XX. (Tente conhecer o Museu do Imigrante, será importante para você saber que miseráveis merecem acolhida e têm potencial de crescimento). À arrogância juvenil, soma-se o que Tom Jobim (notório compositor brasileiro) chamou de "síndrome de vira-lata", que é achar que somos (brasileiros) inferiores, porque mais pobres econômico/culturalmente, e que a Europa/EUA são superiores, por conta do PIB. Ou seja, valorizar por possuir e não por ser. Mas isso não tem a ver com grau de instrução, mas base familiar, formação moral, religiosa, além do caráter. A grande ignorância está em não entender/saber/compreender/assimilar, que a maior parte da população de São Paulo (o estado mais rico do país) é composta de imigrantes e filhos de imigrantes nordestinos (provavelmente falta-lhe informação sobre "Milagre Econômico"), fundamentais para o processo de aceleração da industria/construção do parque industrial do país. Hoje este grupo é preponderante na indústria, comércio e serviço desta região, são os reais motores do trabalho e da economia de São Paulo. A região Norte/nordeste foi por décadas explorada e controlada por oligarquias/famílias, e não desenvolvida. Segregadas por governos (situados na região sul/sudeste e centro oeste) que lhes privou de atenção na Saúde, Educação, Segurança e demais aparatos que são responsabilidade do Estado. Ignorar e manter desassistida essa região parece ser a intenção/ideal de administração política democrática do rapaz. Parece interessante a ele a leitura de Os sertões, de Euclides da Cunha, para compreender "o por que da desigualdade" e a arrogância dos governos, representantes de uma elite rural, mais útil que a leitura de Harry Potter, se é que o rapaz em questão tem o hábito de ler. Mas isso é exigir demais, pois ainda que com índices superiores do norte/nordeste (que não conta com a "indústria" da educação privada), a média de 600 pontos no ENEM, da região de Curitiba, só pode comprovar a baixíssima formação escolar na qual o estudante está inserido. Isso, portanto se traduz na exposição equivocada, na perspectiva "discriminatória" - fundamentada em sua incapacidade intelectual de compreender dados estatísticos e relacioná-los à História e à realidade socioeconômica do país". É recomendável leitura e reforço escolar, e se possível, pesquisa in loco (isso significa viajar para esta região), ou seja, conhecimento para além da casa dos pais, da rua, do shopping, das quatro paredes do quarto e do playstation/xbox. Isso, possivelmente desfará determinados preconceitos de classe e região, já que baseados, fundamentalmente, em ignorância. E mais que piedade e/ou desprezo, ignorantes precisam ser educados/instruídos, até mesmo para não passar à frente sua própria ignorância. 

domingo, outubro 26, 2014

ELEIÇÃO: A MÁSCARA E A FACE HORRÍVEL.



Tanto ÓDIO vindo de gente insuspeitada, só posso pedir que a eleição ocorra o mais rápido possível, para que todos recolham seu ódio e/o recubra com sua máscara diária de (hipócrita) pessoa de bem; máscara com que nos proteja de ver "a sua face horrível". O ódio estará lá, resguardado, e o sujeito "agarrado ao seu rancor" (como disse um dia João Antônio) seguirá com suas medidas perversas diárias de exclusão e desprezo a tudo que estiver dentro do seu raio de visão e cercanias de suas posses, de seus territórios. Não apenas ele se acercará de que seus limites não sejam alcançados, como impedirá que outros tenham a oportunidade de conquistar também o seu espaço. A diferença é que agora, muitos estarão atentos às palavras, aos gestos dissimulados e à máscara de integridade, honra, tolerância, fraternidade e polidez. Ficamos menos cegos depois dessas eleições. 

sexta-feira, outubro 24, 2014

REvidando mais política. Agora sobre escola em tempo integral.

 Cara você estudou em escola publica? Vc ja viu a estrutura? Nem patio tem mais. A arquitetura eh prisional. Nao tenha ilusao. Vao aumentar a carga horaria. Vao sobrecarregar professores. Não vao equipara nem remodelar a escola. É igual a tal inclusão. Colocaram cadeirantes, cegos, garotos da FEBEM em salas sem estrutura sem profissionais habilitados e sem material diferenciado (isso é inclusão). Quanto aso profissionais, não tenha dúvida: os melhores cairao fora, eu era um deles, e caí. Os alunos vao ter aulas de terceira categoria e vao odiar a escola. Vc pode dizer o q for, mas a Marta fez as melhores escolas do Brasil com teatro piscina quadras espotivas bibliotecas. Fez isso em periferias e contratou melhores profissionais. Os outros desmontaram o projeto. Demitiram os profissionais. Construiram escolas prisionais e deram o nome de CEO. Vc qer um filho encarcerado numa merda dessas em periodo integral? E ninguém pode também ser vigiado e forçado a aprender, estão esquecendo algo fundamental ao ser humano. O direito ao ócio, a ter tempo para não fazer nada, para ver séries lixo, jogar video game, andar pela rua, não pensar em nada. Vc acha que tudo tem que ser funcional o tempo todo? Eu não. Além disso os pais tem que dispor de tempo para os filhos, educar é estar presente, é responsabilidade deles e não delegar tudo ao professor e a escola, como SIM é feito já há um bom tempo. Vivi essa experiência por dentro. Os país estão se eximindo da responsabilidade e culpabilizando a escola por seu pouco empenho em lidar com os filhos.

Dono do Estadão e sua postura política


Fernão Lara Mesquita, dono do estadão, na manifestação tucana de ontem à tarde na Place de la Pomme de Terre, digo, Largo da Batata, em São Paulo. Para não perder de vista, a cara de quem está no controle da mídia e o que pensa. 

Revidando em cima de um clipezinho do Lula.

Não fico com vergonha pelo Lula. Você não sabe como eram as escolas públicas do período que eu estudei. A dificuldade das pessoas para adquirir uma geladeira que fosse. A ausência absoluta de políticas de inclusão. Você realmente não entende nada de história. Você não sabe o que foi o movimento dos operários do ABC e como ele foi fundamental para democratização do país. Você não sabe como surgiram garantias como licença maternidade, 13o. E hoje, na arrogância de alguém que vive na região mais rica do pais, você não sabe o que significa Bolsa família para gerações de miseráveis, desde sempre desprezados e considerados gente de segunda categoria por essa classe conservadora e elitista que tem agora, por porta-voz, o Sr. Aécio. Você não sabe o que signifca para milhões de jovens o acesso à universidade via PROUNI. Você não sabe o que significa garantia de um teto salarial para professores em qualquer região do Brasil. Ou seja, esse clipezinho estrategicamente montado te convence e te cega para as mudanças que esse cara produziu neste país. 

Annabelle, a boneca apática



Aborrecido com o anti-petismo acéfalo, resolvi estragar meu cérebro com algo menos nocivo. O filme Annabelle. Assisti aqui no conforto do lar, por que me recuso a pagar por filme que sei de antemão que é ruim. Não me decepcionei. É ruim mesmo, o problema já começa pela inverossímil boneca. Que ser humano modelaria, poria à venda e, por fim, compraria uma boneca horrível como essa. A pessoa já tem que estar possuída pelo demônio para fazê-lo. Além disso é um terror fraquinho, em muitas vezes risível. Mas péssimos filmes são contrapontos para sensibilidade, igual música ruim, ajudam no final a reconhecer e valorizar, na medida, o que é realmente bom.


quinta-feira, outubro 23, 2014

Marçal Aquino


Então, no desespero por não encontrar todos os livros de contos de Marçal Aquino, apelei para o Marcelino, pedindo email do camarada da foto. E com uma gentileza absoluta, ele se propôs a me mandar seu livro Faroestes, mandar uma cópia xerocada de O amor e outros objetos pontiagudos, e ainda me mandou uns outros contos esparsos, publicados em antologias e jornais. Quero merecer tanta confiança executando o melhor ensaio possível para esse escritor brilhante (a obra dele me surpreende mais a cada leitura) e sujeito boa praça e bom caráter. 

São Paulo, amor


Baixei do Instagran de alguém, daqui, a visão do viaduto Santa Efigênia, e de meu prédio.

Não é amor


Em uma palavra essa cena: sexo.

[Do filme: Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios]

Pedrerico, o cara mais bacana do mundo.



Mini biografia para o ITAÚ CULTURAL

Eduardo de Araújo Teixeira (São Caetano do Sul, SP, 1973) é doutor em Estudos Comparados em Literaturas de Língua Portuguesa (USP) e pós-doutorado em Estudos Culturais (PACC-UFRJ). Cursou direção/roteiro na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André. Pesquisa relações entre literatura, cinema e outras artes. Dirige curtas e documentários, é ensaísta de arte e crítico literário. Em 2007, contemplado com Rumos Literatura  do Itaú Cultural, realizou ensaio sobre a obra de Marcelino Freire e suas relações com o rap e o repente. Edita o blogue REVIDE e é colaborador do site soulart.org. Leciona Literatura, Mito e Arte na CUFSA.

A lista de filmes de Martin Scorsese

Cette liste comprend les films suivants :

Metropolis de Fritz Lang
Nosferatu de Friedrich Wilhelm Murnau
Dr. Mabuse, le joueur de Fritz Lang
Napoléon d’Abel Gance
La grande illusion de Jean Renoir
La règle du jeu de Jean Renoir
Les enfants du paradis de Marcel Carné
Rome, ville ouverte de Roberto Rossellini
Païsa de Roberto Rossellini
La terre tremble de Luchino Visconti
Le voleur de bicyclette de Vittorio De Sica
Umberto D de Vittorio De Sica
La belle et la bête de Jean Cocteau
Voyage à Tokyo de Yasujirô Ozu
Vivre d’Akira Kurosawa
Les septs samouraïs d’Akira Kurosawa
Les Contes de la lune vague après la pluie de Kenji Mizoguchi
L’intendant Sansho de Kenji Mizoguchi
Entre le ciel et l’enfer d’Akira Kurosawa
Le pigeon de Mario Monicelli
Rocco et ses frères de Luchino Visconti
Les 400 coups de François Truffaut
Tirez sur le pianiste de François Truffaut
A bout de souffle de Jean-Luc Godard
Bande à part de Jean-Luc Godard
Le fanfaron de Dino Risi
L’avventura de Michelangelo Antonioni
Blow-up de Michelangelo Antonioni
Prime della rivoluzione de Bernardo Bertolucci
Le boucher de Claude Chabrol
Weekend de Jean-Luc Godard
La pendaison de Nagisa Oshima
Le marchand des quatre saisons de Rainer Werner Fassbinder
Tous les autres s’appellent Ali de Rainer Werner Fassbinder
Le mariage de Maria Braun de Rainer Werner Fassbinder
Au fil du temps de Wim Wenders
L’ami américain de Wim Wenders
L’énigme de Kaspar Hauser de Werner Herzog
Aguirre, la colère de Dieu de Werner Herzog

Vittorino sem filtro


Uma postagem de Victor Bittow no Facebook

















Gente que chama golpe de revolução.
Gente que chama democracia de ditadura.
Gente que chama pobre de vagabundo.
Gente que chama violência de ordem.
Gente que chama direitos humanos de privilégio.

Vou votar sobretudo pelo bom uso da língua portuguesa.


.

segunda-feira, outubro 20, 2014

Downton Abbey 4


Não tenho tempo. Ainda assim, parei e assisti praticamente inteira à quarta temporada de Downton Abbey. Está chato, mas com momento de brilho. Segui firme. Não gosto de parar nada no meio do caminho.

David Bowie plagiando/homenageando, Cais de Miltom Nascimento

Em preto e branco

Mas nós ficamos mais bonitos em p&b


Com sobrinho


Eu e o Pedrão fazendo cara de cachorro manco.

Aniversário da mãe e reunião familiar






Almoço no Garoupa, domingo. Comemorando aniversário da minha mãe amada.


A mãe e o filho da mãe.


Saudade de Gonzaguinha


Ontem, aniversário da Mãe. Dormi na irmã, em Santo André. Saímos de manhã e ela me trouxe até em casa. Ao longo do caminho fomos ouvindo Gonzaguinha, ouvindo, cantando e comentando as letras. E no meio disso, muito felizes, falamos de planos para um futuro próximo. Mas falamos muito deste prazer de poder cantar no carro e ficar tão feliz por amarmos letras e canções. A vida é interessante demais o tempo todo. 

Um homem também chora

Um homem também chora, menina morena
Também deseja colo, palavras amenas
Precisa de carinho, precisa de ternura
Precisa de um abraço da própria candura
Guerreiros são pessoas tão fortes, tão frágeis
Guerreiros são meninos no fundo do peito
Precisam de um descanso, precisam de um remanso
Precisam de um sono que os torne refeitos
É triste ver esse homem, guerreiro, menino
Com a barra de seu tempo por sobre seus ombros
Eu vejo que ele berra, eu vejo que ele sangra
A dor que tem no peito, pois ama e ama
O homem se humilha se castram seus sonho
Seu sonho é sua vida e vida é o trabalho
E sem o seu trabalho, o homem não tem honra
E sem a sua honra, se morre, se mata
Não dá pra ser feliz, não dá pra ser feliz
Não dá pra ser feliz, não dá pra ser feliz

Gonzaguinha

terça-feira, outubro 14, 2014

Mais e mais e mais livros








Toda vez que saio de casa para zanzar no centro, pesquisar, trabalhar, volto com um livro novo. Esses:

Miss Danúbio, de Marçal Aquino
Poética na política, de Glauco Mattoso
A ponta de bronze e outros contos, de Raymond Chandler
Chantagistas não atiram e outros contos, de Raymond Chandler
Serafim Ponte Grande, de Oswald de Andrade.
O século e outros sonhos provocados, crônicas passionais de Nelson de Oliveira.

domingo, outubro 12, 2014

Sonhos em Movimento


Baixei há séculos, mas só tinha em alemão sem legendas. Então, zanzando ali na Praça Roosevelt na sexta a noite, encontrei e comprei. Vi hoje. O poder transformador do sujeito através da arte. Participação pequena de fato de Pina Bausch, mas a coreografia dela foi aplicada à uma montagem feita por adolescentes por bailarinas de sua compania. Belo.




Sonhos em movimento
DIREÇÃO Anne Linsel e Rainer Hoffmann
PRODUÇÃO Alemanha, 2010
ONDE Reserva Cultural e Espaço Unibanco Pompeia
CLASSIFICAÇÃO livre
AVALIAÇÃO ótimo

O Brasil. O resto é História.


Carolina em casa


Então, Carolina foi para casa.

sábado, outubro 11, 2014

Do ódio irracional ao PT

"O sujeito diz que não vota no PT porque é contra a corrupção, aí você mostra com dados que o PSDB é o partido mais corrupto do Brasil. O sujeito diz que o PT não investe em educação, aí você cita o Prouni, as Cotas, o Pronatec, o Ciências sem fronteiras, as dezoito universidades federais e as mais de duzentas escolas técnicas. O sujeito diz que é contra o Bolsa Família, que tem que ensinar a pescar e não dar o peixe, aí você explica com toda a paciência o que é o Bolsa Família, que a criança tem que estar na escola, que ninguém vive com R$ 77,00 por mês. O sujeito diz que conhece uma amiga da amiga da empregada da vizinha que ganha quase um salário mínimo sem fazer nada, aí você explica que se essa mulher existe deve ser presa, porque está burlando o programa. O sujeito diz que o PT quer transformar o Brasil em Cuba, aí você explica que vivemos em uma democracia plena, tanto que batem no PT diariamente nos jornais e nunca mandaram prender nenhum colunista da Veja. O sujeito então diz que o PT quer calar a mídia e você mostra que quem manda recolher computadores na casa de jornalistas e tenta calar sessenta e seis blogueiros é o mocinho de Minas. Aí o sujeito apela e diz que votaria até no Levi Fidelix pra tirar o PT do seu projeto de poder. Aí você se convence que o ódio realmente não tem explicação lógica ou fundamento... o ódio é só o ódio"... Valmor Félix (grupo Coração Valente)" ( Via Priscila Correa)

sexta-feira, outubro 10, 2014

Exposição as "Memórias da Rua", de Miguel Castello. Metrô Clínicas

















Estação Clínicas (Metrô - Linha 2 Verde) 

DAS ESTRATÉGIAS DE MANIPULAÇÃO



[Uma genial e assustadora sessão de hipnotismo com o genial Dr. Milton Hyland Erickson].
http://erickson-foundation.org/museum/

DAS ESTRATÉGIAS DE MANIPULAÇÃO (jornal)

http://desmascarandoglobofolha.com/2014/05/29/a-parcialidade-da-folha-em-2006-e-2010-alguem-achou-que-em-2014-ia-ser-diferente/

DAS ESTRATÉGIAS DE MANIPULAÇÃO (televisiva)



Veja como dói ao Bonner dizer isso! Noticias positivas normalmente são dadas na Globo por mulheres e de modo festivo/feliz, tipo autista-Sandra Annemberg. Bonner faz isso com olhos sisudos, com certo engasgo. Ele insinua, sub-repticiamente, que não são dados confiáveis por que a FAO atribui a diminuição às políticas sociais de combate à fome. Depois cita que os dados foram fornecidos por um dos responsáveis por José Graziano, que coordenou a formulação do Programa Fome Zero. Ou seja, no contraponto, insinua que os dados fornecidos pela (órgao das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura)/FAO/ONU não são confiáveis. Não explicita isso, hoje o faria sem pudor, pois está em campanha para eleição do AECIO. Citar José Graziano é uma forma, marotamente perversa, de pôr sub judice os fatos e os números. Não há qualquer tom positivo na forma também que emite uma notícia de algo que é um sucesso extraordinário na história do país. 



Carolina nasceu hoje - 09.10.2014.


Que seja bem vinda e que seja muito amada. 


[Diene me ligou para dizer de seu nascimento, estava numa livraria ali da Augusta, e fiquei emocionado por ela ter ligado para mim, neste dia mais que especial. Já amo a mãe desde o primeiro dia de vida, agora amo esta bebê maravilhosa que, com sua irmãzinha Gabriela, veio dar mais alegria na vida de todos nós].

A fé num estado, ou o estado da fé?


Eu amo pixels, café, Itaú Cultural.