segunda-feira, agosto 18, 2014

O mercado de notícias, doc de Jorge Furtado


Estando aqui em casa neste domingo frio, resolvi ir ver O mercado de notícias, documentário de Jorge Furtado sobre a imprensa, no Cine Itaú da Augusta. Filme brasileiro, se não for pernambucano, não me mobiliza a ir ao cinema. Jorge Furtado é uma excessão e sempre vale, mais por sua inteligência fervilhante, do que sua capacidade de surpreender na forma.

Neste documentário que flerta com o teatro, entrevistas com jornalistas/repórteres brasileiros alternam-se com fragmentos de uma peça de Ben Jonson (contemporâneo de Shakespeare, o fetiche de Jorge Furtado). O filme traça uma reflexão inteligente sobre o sentido do Jornalismo e a crise ética, política e econômica desta "instituição" que insiste em escamotear seu posicionamento, sua influência e poder. Objeto dissecado, naquele estilo vertiginoso, irônico e jogos metalinguísticos - marca do estilo do diretor gaúcho - tem uma edição inteligente, gostosamente dinâmica (pelo menos em 2/3 do filme) feita pelo Giba Assis Brasil. Lembra aquelas Comédias da Vida Privada feitas para o núcleo do Guel Arrais (da Globo!!!), mas vai agudizando problemas, mostrando com humor a incompetência investigativa, o ridículo dos métodos, a perversão e a manipulação desenfreada à serviço de interesses (nunca da sociedade). Das famílias detentoras do controle da grande mídias brasileiras, das inclinações político-partidárias escamoteadas ou explícitas, da injeção do dinheiro público governamental nos jornais locais, à crise desencadeada pelo advento da internet, um documentário engenhoso, imperdível àqueles que querem alcançar, nestes tempos de desordem crítica, boa informação para refletir.     


Agora, brilhante mesmo, foi o fato da Casa de Cinema de Porto Alegre (produtora de Jorge Furtado), disponibilizar integralmente, várias entrevistas apresentadas em fragmentos no documentário, assim como os cinco atos da peça Mercado de notícias, de Ben Jonson, via Youtube. Há também fotos, making off e trabalho de mesa. Maravilhoso àqueles - como eu - que querem entender o processo de criação de filmes/documentários. Para ver, CLIQUE.


http://www.omercadodenoticias.com.br/

Nenhum comentário: