domingo, julho 20, 2014

Sou feia mas tô na moda, documentário de Denise Garcia


Sou feia mas tô na moda, de Denise Garcia. Brasil. 2005. 65 min. Finalmente assisti a este documentário ótimo. Nunca me senti atraído, justamente por este título e capa absolutamente idiota. Nada de novo em sua linguagem (fotografia/montagem), bastante convencional, com um digital ainda rudimentar. A surpresa é quanto ao conteúdo, ao referencial que vai costurando com inteligência, complexidade e agudeza o funk. Ou seja, "perpassa" por sua perspectiva de "fenômeno cultural", artístico, político, sociológico, etc etc nas favelas e para além delas. Entrevista seus agentes/criadores, mostra o espaço de djs, cantores, dançarinos e consumidores, rastreia os significados (da hiper-sexualização das letras à influência da mídia, as origens, o processo de construção e o papel das mulheres neste quadro complexo). O documentário trata também da exclusão em decorrência do preconceito às favelas/comunidades e aos pretos pobres favelados. Mostra a construção da indústria de show/entretenimento em formação, sua difusão e repercussão internacional. No final, esfrega na cara de alguém como eu, que se acha detentor de saberes, verdades e bom gosto, o quanto ignorante e preconceituoso sou, o quanto o meu olhar é raso e só reproduz o discurso conservador, obtuso e "de classe" vinculado pela mídia. E viva o documentarista brasileiro!

Nenhum comentário: