sexta-feira, março 28, 2014

Protestar não é crime



Amanhã, pela primeira vez, o governo brasileiro terá de explicar à OEA mais de 200 casos de violência policial, repressão a jornalistas e utilização de leis de exceção em protestos. Terá que se manifestar, também sobre uma lei criada durante a Ditadura Militar.

Com a chamada Suspensão de Segurança, o Estado descumpre decisões judiciais que defendem os interesses da população em casos como o da Estrada de Ferro Carajás, no Pará e no Maranhão, e o da hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.
Acompanhe a transmissão ao vivo a partir das 12h30 (salão Rubén Darío): http://www.oas.org/es/cidh/

Nenhum comentário: