segunda-feira, março 17, 2014

Por que não há tempo

Você tem que se conformar que não haverá tempo para seus filmes, suas séries, seus livros, sua criação, seus escritos, sua fé, seu lazer e seu ócio. Você tem que espremer no tempo diário, com empenho e jogo de cintura, algum espaço para seus afetos (seu amor, sua família, suas amizades). Mas a sua vida será absorvida (boa parcela dela) pela necessidade de sustento, de trabalho para garantir um mínimo de conforto. É um esforço necessário, mas em grande parte surrupiado, pois você nunca vai ser honestamente gratificado por abrir mão de coisas tão importantes. Cabe o dom de saber dosar, e a consciência necessária desta perda, que decorre provavelmente do fato de você viver num país injusto e desigual que tira e não o recompensa com justiça, fazendo com que você tenha que se garantir todo tempo. 

É um esquema de sobrevivência esse que atualmente chamamos viver.

Nenhum comentário: