terça-feira, janeiro 14, 2014

Sarneys e outros ratos


Vejo nela a face nefasta do pai, imagino a longa linhagem de filhos netos e bisnetos sugando vampirescamente o porvir do Maranhão e do país.




Nenhum comentário: