quinta-feira, janeiro 09, 2014

Pedro e o capitão, de Mario Benedetti no CCBB




Hoje - 9.1.2014 - fui pela primeira vez ao teatro com Gabriel. Assistimos a este Pedro e o capitão, de Mario Bennedetti. Fiquei contente pois ele adorou. Eu confesso que gostei bem menos. E sem qualquer pudor, digo que o que me desagradou de fato foi o texto, excessivamente explicativo, com personagens se narrativizando/justificando-se/dizendo. Entendo o sentido, o tempo em que foi escrito e encenado, e até a necessidade de ser reencenado neste Brasil atual em que as garantias democráticas estão novamente sendo rompidas. Fernando Belo está excelente no papel de Pedro e convence com sua intensidade, já Kiko Vianello, embora tenha aquele longo início monologado, praticamente recita o texto, não contracena. O cenário econômico funciona, mas a luz é um espetáculo que já vale o ingresso, e o som sustenta uma "dramaticidade" que parece ausente, pois de fato, o que menos se obtém é empatia para que a platéia se envolva e se emocione com o drama encenado.  


Centro Cultural Branco do Brasil. Texto Mario Benedetti Direção Marcos Loureiro Tradução Marcos Rivera Atores Fernando Belo e Kiko Vianello Cenário Omar Salomão

Nenhum comentário: