quinta-feira, julho 12, 2012

Twixt, de Francis Ford Coppola



Não assusta nem encanta; por vezes constrange. E olha que assisti com o coração aberto para ver as coisas legais. Homenagem ao Edgar Allan Poe que aparece no meio do livro, ensinando o escritor a montar o enredo de uma história, contando-lhe passo a passo aquela concepção do poema "O corvo", de "Filosofia da composição". Tão ruizinho que nem parece Coppola. Tadinha da Fanning!!!! 

Nenhum comentário: