quarta-feira, julho 18, 2012

Frida Kahlo


Achei inusitada essa fota, que veio pelo Facebook, de uma Frida arisca, sensual e poética. Essa mulher inapreensível, feia/bela, pop/densa, louca/lúcida, todas as contradições. Mulher e artista que vim a conhecer por causa de uma canção de Adriana Calcanhotto. Assim como Almodóvar.

Nenhum comentário: