quinta-feira, janeiro 31, 2008

DORIVAL CAYMMI


Estou na minha fase Dorival Caymmi.

Eu já amava Dorival Caymmi.

Já amava desde a abertura de Escrava Isaura

Amava Caymmi de Marina

Amava Caymmi na voz de Nana

Naquela gravação linda com Adriana Calcanhotto


["É doce morrer no mar" - esse verso já é um poema inteiro]


E o que a baiana tem

(ele ensinou a Carmem Miranda o movimento das mãos)


Ele virou bossa nova na voz de João Gilberto

A Gal gravando Caymmi é uma delícia (João Valentão é brigão...)

Na voz de Caetano

De Chico

De Bethânia


Caymmi atravessou todas as fases da canção brasileira
e hoje é um modo de ser, de pensar,
virou adjetivo.
Ouvindo "Histórias de pescadores" (minha obsessão atual) me sinto muito caymmi.




quarta-feira, janeiro 30, 2008

SEM AÇUCAR

Todo dia ele faz diferente
Não sei se ele volta da rua
Não sei se me traz um presente
Não sei se ele fica na sua
Talvez ele chegue sentido
Quem sabe me cobre de beijos
Ou nem me desmancha o vestido
Ou nem me adivinha os desejos

Dia ímpar tem chocolate
Dia par eu vivo de brisa
Dia útil ele me bate
Dia santo ele me alisa
Longe dele eu tremo de amor
na presença dele me calo
Eu de dia sou sua flor
Eu de noite sou seu cavalo

A cerveja dele é sagrada
A vontade dele é a mais justa
A minha paixão é piada
A sua risada me assusta
Sua boca é um cadeado
E meu corpo é uma fogueira
Enquanto ele dorme pesado
Eu rolo sozinha na esteira

Chico Buarque

[Roubei da Marcela, que me disse que essa canção existia.]
RESOLVI RESSUSCITAR O REVIDE, POIS ANDEI CAÇANDO UMAS COISAS PARA CITAR QUE SÓ ENCONTRAVA AQUI. DAVA UM TRABALHO ENORME DIGITAR SENHA PARA ENTRAR. COMO SOU UM HOMEM "SEM PALAVRA", RE-VIVO MEU RE-VIDE, ESSE VER DE NOVO. ESSE ACERVO DE TEXTOS QUE ACHO ME ARRASTAM A PENSAR, ESSAS HISTÓRIAS E IDÉIAS QUE POR VEZES NÃO VÃO DAR EM CANTO ALGUM. ESSA RESSUSCITAÇÃO CRIA UM ENORME TRABALHO, PORQUE TEREI QUE ADMINISTRAR AGORA O "POLARÓIDES PANORÂMICAS" QUE APRENDI A AMAR. MAS MEUS CORAÇÃO É PROMÍSCUO, VOLÚVEL, AFOITO, DERRAMADO. VOU ME DESDOBRAR EM HETERONÍMIOS, E SE TUDO SER CERTO, "MUTIPLICAR-SE-ÃO ASSUNTOS (...)E DESVÃOS DO SER".

Sendo assim
Ignorem a dramática partida do REVIDE

para re-inauguração do REVIDE

2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008
2008

domingo, janeiro 20, 2008

PSEQIUSA

De aorcdo com uma pseqiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Sohw de bloa.
.
Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

.
35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!
.
[Recebido por email, do Djalma]